Terceira idade no e-commerce: consumidores cada vez mais conectados

14/12/2018

O e-commerce é um canal de vendas muito dinâmico e que ocorrem mudanças rápidas devido ao comportamento dos consumidores e a concorrência. Tendo isso em vista, as empresas precisam ficar atentas a todos os públicos, principalmente com o crescimento da presença dos clientes da terceira idade no ambiente virtual.

Atualmente, 45% das pessoas da terceira idade realizam compras no comércio eletrônico. Outros dados reforçam a importância desse público para as vendas. O mundo terá 2 bilhões de idosos até 2050 e no Brasil esse número poderá triplicar, segundo o Relatório Mundial de Saúde e Envelhecimento, até metade deste século, totalizando um quinto da população mundial.

Além disso, hoje em dia, a terceira idade representa o grupo de pessoas que mais aderem as redes sociais. No aspecto comercial, os baby boomers (nascidos entre 1946 e 1965) realizam mais de 15 compras online por ano, número semelhante ao dos millennials, que já cresceram na era da digital, de acordo com o estudo global da KPMG, e 83% desses consumidores já buscaram um produto no online antes de efetuar a compra em lojas físicas.  Outro fator importante é com relação ao poder de compra desses consumidores, que costumam gastar mais em suas aquisições comparado a gerações mais novas.

Ou seja, se esse público é tão representativo, compra com frequência e tem um bom poder aquisitivo, é o momento ideal para criar estratégias para o seu e-commerce com relação a terceira idade e com isso aumentar a conversão de vendas.

Iniciativas simples podem ajudar o seu comércio eletrônico a atrair os consumidores da terceira idade. Por isso, a sua loja virtual precisa ser bem organizada. Categorias objetivas e claras, um design atrativo e funcional, diversas opções de tamanho de fonte e visualização dos produtos. Foque na usabilidade do seu e-commerce e ganhe a confiança desse público, além é claro de um bom marketing digital.

VOLTAR