Vender pelo Whatsapp: como fazer isso de maneira eficaz?

24/09/2018

Quando você pensa em suas estratégias digitais, inclui o WhatsApp como uma maneira de impulsionar as vendas da sua empresa? Se a resposta for não, você está perdendo dinheiro. Basta se fazer a seguinte pergunta:  qual é o aplicativo mais acessado todos os dias?

Segundo o Facebook, atual proprietário do WhatsApp, todos os dias são mais de 42 bilhões de mensagens trocadas em mais de 1 bilhão de grupos existentes na plataforma. Só no Brasil são mais de 100 milhões usuários ativos. É como se 1 em cada 2 brasileiros usassem o app. Algumas pesquisas mostraram que uma pessoa normal visualiza a sua conta no WhatsApp de 70 a 150 vezes no dia. Ou seja, o potencial para negócios dentro da plataforma é gigante.

Você não vai querer deixar sua empresa de fora desse mercado, né? Vem conferir algumas dicas de como usar a ferramenta a favor das vendas da sua empresa:

1 - Faça listas de transmissão e não grupos

No WhatsApp você pode criar listas de transmissão para enviar uma mesma mensagem para até 256 contatos. Essa é uma boa maneira de atrair a atenção individual de cada cliente, que acabará vendo sua mensagem de uma forma ou de outra.  Mas por que as listas de transmissão são mais interessantes que grupos?

Falando de interação com o cliente, os resultados de uma lista de transmissão são muito melhores em comparação aos grupos. Afinal, quem aqui nunca se sentiu incomodado com aquela mensagem em forma de corrente que foi enviada para o grupo? Além disso, realizar a moderação de um grupo também é mais complicado, porque colocar regras nem sempre dá certo e o seu negócio pode acabar virando uma bagunça. É claro que alguns grupos funcionam bem, como aqueles para suporte técnico ou SAC. Mas quando falamos em vendas, a frequência de mensagens em um grupo pode acabar incomodando as pessoas.

Por isso, lembre-se de usar o bom senso no momento de enviar mensagens para sua lista de transmissão. Ao oferecer um conteúdo bacana e relevante aos seus clientes, as vendas acontecerão naturalmente.

2- Conteúdos são sempre bem-vindos

Crie engajamento com os seus clientes por meio de áudios, vídeos, textos ou mesmo a divulgação dos seus perfis nas outras redes sociais. Uma ideia interessante é criar um pequeno resumo de uma postagem do seu blog ou gravar um vídeo falando dos benefícios do seu produto. Mas como já comentamos acima, tome cuidado com a frequência das mensagens para não tornar-se invasivo. Além disso, é bacana deixar claro ao final de cada mensagem que se o cliente desejar, poderá sair a qualquer momento da lista. Em alguns segmentos, uma mensagem semanal é o suficiente. Já em outros, é preciso interagir com o cliente um pouco mais. Identifique o seu público e a forma como ele se comporta, para traçar as melhores estratégias.

Você pode criar várias listas de transmissão e separá-las de acordo com a etapa do funil de vendas que o cliente se encontra. Afinal, a mensagem enviada a um lead não é a mesma de alguém que já decidiu comprar da sua marca.

3 - Use outras redes sociais para conquistar sua audiência

Você pode usar o Facebook ou Instagram para conseguir o contato do cliente e fazer com que ele adicione seu número ao celular dele, facilitando no momento de criar as listas de transmissão. Por exemplo, crie uma postagem dizendo “Entre em contato conosco no WhatsApp 48 XXXX-XXXX e envie o código #oferta para ganhar 15% de desconto na nossa loja.”

Para enviar a mensagem e conseguir o desconto, a pessoa precisará salvar o seu contato. Chamamos esse tipo de estratégia de “Confirmação dupla”, porque o cliente confirma o interesse na sua marca duas vezes, uma pelo Facebook ou Instagram e outra no WhatsApp.

4 - Invista nos gatilhos mentais

Os gatilhos mentais trabalham com os aspectos instintivos, emocionais e sociais presentes em todos os seres humanos. Pense bem: todo mundo já comprou alguma coisa e depois percebeu que na verdade não precisava daquilo.

Confira alguns gatilhos para você usar nas suas estratégias de venda pelo WhatsApp:

a) Gatilho de Escassez e Urgência

As pessoas tendem a comprar coisas que estão acabando ou participar de promoções que duram apenas alguns dias. Por exemplo: “Últimas unidades”, “corram que é só até o próximo final de semana”, “É agora ou nunca”.

b) Gatilho de Prova Social

Mostre às pessoas outros clientes usando seu produto e depoimentos e avaliações de quem já comprou da sua marca. Isso se chama prova social e ajuda o cliente a ser convencido de que o seu produto é realmente bom.

c) Gatilho de Garantia

Sempre ofereça garantia dos seus produtos ou serviços, pois isso mostra que a sua marca tem confiança no que faz. Você já deve ter visto alguma propaganda na TV que dizia “Satisfação garantida ou seu dinheiro de volta”. Esse é um gatilho mental muito eficiente.

d) Gatilho de Autoridade

Já viu a propaganda “Quem usa Tigre é autoridade no assunto”? É importante posicionar sua marca como autoridade do seu segmento, mostrando que você entende do que faz, e faz muito bem feito. 

VOLTAR