Publicidade em vídeo e a relação com seu cérebro

20/03/2017

22-03O cérebro tem inúmeras peculiaridades e uma delas é quando ele vê uma propaganda em vídeo. Segundo um estudo realizado pela Teads, quando o órgão é interrompido por uma publicidade em vídeo no meio digital, ele reage de uma forma diferente em relação às outras formas de propaganda.

De acordo com o site Meio & Mensagem, o estudo analisou a reação de cem convidados, apresentados ao mesmo conteúdo publicitário em meio a matérias e em um simulador do Facebook. Segundo os números da pesquisa, os vídeos são 16% mais envolventes e 15% mais memoráveis.

Um leitor de uma notícia, por exemplo, tende a usar com maior intensidade o lado esquerdo do cérebro, onde se concentram atividades relacionadas a raciocínio e linguagem. Dessa forma, um vídeo de apelo mais emocional teria maior efeito nesse contexto, segundo o estudo, funcionando como espécie de compensação da reflexão mais pragmática. Por outro lado, mídias sociais em que o compartilhamento entre amigos e familiares é protagonista tendem a estimular o hemisfério direito cerebral, mais conectado à memória afetiva e à sensibilidade artística. Nesse contexto, um vídeo mais complexo é mais indicado.
VOLTAR