O consumidor brasileiro de moda está cada vez mais móvel

09/01/2017

Online Shopping

A Criteo analisou, e o Portal No Varejo publicou recentemente, um levantamento que destaca a importância dos dispositivos móveis no cotidiano do cliente fashion.

Vale a leitura para os profissionais da área ficarem ligados nas oportunidades varejistas!

O mercado de moda brasileiro está cada vez mais dinâmico. Segundo estudo realizado, 20% das compras online do segmento já são feitas via dispositivos móveis. A participação da categoria no ambiente mobile cresceu 39%, se comparada ao segundo semestre do ano passado.

De acordo com a análise, os smartphones são o canal mais importante: do segundo semestre de 2015 para cá, a participação desses devices registrou um crescimento de 57%. Atualmente, os celulares correspondem a 16% do market share. Já os tablets representam 3,5% do mercado.

“Não é novidade que as marcas precisam estar presentes no ambiente mobile e criar estratégias específicas. Mas isso é especialmente verdade no caso da moda. O crescimento expressivo no último ano posiciona a categoria entre as mais representativas nos canais móveis, junto de Saúde e beleza, que tem 25% de participação, e Casa, com 24%”, explica Fernando Tassinari, diretor geral da Criteo no Brasil.

Questão de horário
O levantamento aponta que o canal mobile lidera as vendas pela manhã bem cedo e no final da tarde. No restante do dia, o desktop domina. Mesmo nos  finais de semana os dispositivos móveis ganham força. Enquanto a média de pedidos feitos por desktop gira em torno de 90 aos sábados e domingos, os tablets apresentam uma média de 143 e os smartphones, 134.

O levantamento da Criteo analisou 76 varejistas brasileiros e 1,8 milhão de transações em smartphones, tablets e desktops.
VOLTAR