A presença das marcas no Spotify como estratégia para se aproximar do público-alvo

13/06/2016

16-06_spotify

Criado em 2008, o Spotify se tornou um ambiente relevante também para as marcas, que podem alavancar seu nome criando uma espécie de engajamento com seu público por meio de anúncios direcionados em meio às músicas gratuitas ou a criação de uma playlist.

Em sua maioria jovem, o público do Spotify no Brasil se concentra em 70%, de usuários com idade entre 15 e 24 anos, seguido de 58% com idade entre 25 a 34 anos e 46% entre os 35 e 44 anos. Faixas acima dessas idades chegam a cerca de 26% dos usuários.

Desde o ano passado está disponível na plataforma uma ferramenta que auxilia nas funções da criação dos anúncios com precisão e regras. No Spotify, as marcas não podem se envolver em atividades que deixem implícito o apoio de algum artista. Muitas marcas já fazem uso da ferramenta como Nike, Adidas e Coca-Cola.

O Luiz Gustavo Pacete trouxe para o Portal Proxxima alguns exemplos de como grandes marcas vem experimentando o uso de anúncios no Spotify. Acompanhe:

No ano passado, a Ruffles lançou uma campanha criada pela Wunderman Brasil. A marca da PepsiCo brincou com usuários fazendo intervenções. Na playlist de pop, por exemplo, o fã do gênero musical era impactado no meio de uma música com um trecho de uma letra de samba e, ao final, o personagem entra com a frase “Você? ouvindo samba? Agora que eu tenho voz nem o seu Spotify vai escapar da zoeira de Ruffles.

Um caso mais recente é o da Melitta que utilizou o Spotify, em janeiro e fevereiro, por meio da criação da playlist “Filtro Melitta”. Durante o período, a marca alcançou quatro vezes mais seguidores do que a média das playlists de marcas brasileiras. A playlist da Melitta foi fruto de uma curadoria de música feita em parceria entre Spotify e W3haus.

Outra marca que fez uso da plataforma recentemente foi O Boticário com a criação da playlist “Volta Pra Mim Egeo”. O Boticário é uma marca que usa muito bem suas propriedades digitais para ouvir as consumidoras e devolver conteúdos genuinamente relevantes, nos formatos mais surpreendentes”, comenta Moa Netto, VP de Criação da W3haus.

A Oakley, marca americana de roupas esportivas, lançou, no início do ano, um canal para o público brasileiro no streaming de música. Em sua playlist, a Oakley reuniu músicas direcionadas a corredores e ciclistas. De acordo com a empresa, novas listas serão adicionadas até o fim do ano.

Segundo Roger Alghrimm, diretor de marketing da Oakley, o aplicativo é uma ferramenta eficiente de aproximação com o cliente jovem. “Um dos objetivos da campanha ‘One Obsession’, lançada no começo deste ano, foi estreitar o relacionamento da marca com os jovens e identificamos o Spotify como um ótimo canal para isto, visto que 38% dos usuários têm entre 18 e 24 anos”, explica Alghrimm.

Saber engajar o seu consumidor é definir estratégias para atingi-lo nos meios que mais combinam com seu perfil digital. Faça-nos uma visita e escolha conosco os meios de maior interesse para a sua marca.
VOLTAR