Fazer mais com menos, eis o plano de marketing para 2016. Mas você já sabe como fazer isso?

26/01/2016

marketing-2016

Se 2015 foi o ano de “fazer mais com menos”, para 2016 os seus planos de marketing não devem ser diferentes, dada as condições de crise que estamos vivendo.

No texto da Suelen Giacomele, publicado no Portal Proxxima, aprendemos cinco dicas importantes para os profissionais de marketing saírem do sufoco e encararem o novo ano com novas metas, mesmo em períodos que se mostram tão incertos.

Todo início de ano costuma trazer a sensação de fazer diferente, de fazer melhor. Fazer mais exercícios, comer mais frutas e verduras e se estressar menos estão entre as resoluções de vida mais comuns para a nova etapa. Seja para negócios ou aperfeiçoamento pessoal, estabelecer metas e resoluções é um passo crucial para melhorar qualquer coisa.

Em relação a negócios, mais especificamente na área de marketing, é importante observar que 2016 continuará sendo o ano do ‘fazer mais com menos’, dada a situação econômica em que estamos inseridos.

Aprimore seu programa de fidelidade


O programa de fidelidade e pontos da sua marca pode ser aprimorado valendo-se de ações externas, que independam exclusivamente de compras e do próprio website da empresa. Compartilhamentos em mídias sociais e recomendações a amigos são ações baratas, fáceis e ótimas soluções. O importante é manter o cliente engajado.

Faça mais com menos


Devemos levar nossos esforços de marketing aonde as pessoas estão e investir em soluções mais baratas e efetivas, fazer mais por menos. Tecnologia é a resposta. E-mail é a ferramenta de comunicação e vendas mais barata e a atividade número 1 das pessoas na internet – mesmo se comparado às buscas do Google. Uma pessoa comum, durante o expediente de trabalho, chega a checar seus e-mails 30 vezes em uma hora, de acordo com a B2B Marketing Insider. Encontre a plataforma ideal para transformar dados em informação e fazer cruzamentos entre aqueles que dizem respeito ao comportamento do consumidor – de navegação, de compra, histórico e outros –, tornando a comunicação por e-mail individualizada e, portanto, relevante. Tudo de modo automático. Para ter uma ideia, há a possibilidade de desenhar módulos dinâmicos de comunicação e ofertas que reduzem o tempo de criação de uma peça de e-mail de dois a três dias para, apenas, 40 minutos. Isso é fazer mais por menos.

Individualize suas campanhas de e-mail marketing


Os clientes estão cansados de tantos e-mails em massa, os chamados e-mails blast. Eles sabem que as empresas por trás deles apenas tentando vender a qualquer custo. Uma recente pesquisa da empresa de marketing digital Autopilot constatou que três em cada quatro americanos estão frustrados com tantos e-mails marketing genéricos. Por outro lado, metade considera o aspecto mais importante de qualquer material de comunicação é ser personalizado para as suas necessidades. E mais da metade diz que são muito mais propensos a abrir um e-mail promocional se eles sentem uma "relação pessoal" para a marca.
As empresas têm acesso a mais dados sobre seus clientes e públicos-alvo do que nunca. É preciso usar essas informações para personalizar os envios com as necessidades específicas de clientes individuais. É o chamado data driven marketing, ou marketing orientado a dados.

Tenha aliados do marketing


Para entregar uma comunicação atraente para os clientes, os profissionais de marketing precisam encontrar meios de cortar caminhos através de uma organização eficaz. Isso não é fácil e nem sempre bem-vindo, mas parece que a maioria concorda nesse ponto.
Melhorar a oferta do produto é a maneira número um para os profissionais de marketing sentirem aumentar o engajamento da marca com o cliente. Isso requer canalizar os silos internos que tornam um produto mais forte. Domínios de ideias, engenharias e operações devem ser capazes de trabalhar ao lado do marketing para irem além das expectativas dos clientes. Criar intimidade de marca é raro, um desafio que requer maiores graus de maior colaboração interna entre as áreas.

Seja humano, literalmente


Faça a sua marca essencial, esforçando-se em direção à personalização, relevância e antecipação. Uma pesquisa realizada pela MBLM – empresa especializada em intimidade de marca - com 150 profissionais de marketing em todo o mundo, constatou que a maioria pensa que serviço ao cliente é onde podem mais efetivamente construir intimidade. Portanto, automatize as campanhas, mas humanize o atendimento o máximo possível.

Quais são suas resoluções de marketing para 2016?
VOLTAR