Da loja física para o comércio online: a crise que gera oportunidades

01/10/2015

Há duas coisas que devemos destacar em 2015: este é um ano de crise sim, e somente o comerciante com pouco ou nenhum preparo vai fechar as portas do seu negócio. É preciso ir de encontro com a oportunidade.

Segundo o E-bit, em 2014 as compras realizadas no comércio online totalizaram R$20 bilhões. Para 2015, este número deve aumentar em 15%. Isto tudo porque diariamente as pessoas buscam o comércio virtual por comodidade, para poupar tempo, e pelos preços baixos.

Ao se deparar com um comércio que de um modo geral não está com resultados nada positivos, as lojas físicas não pensam duas vezes, e buscam o comércio online (que só no primeiro semestre cresceu mais de 40%) para vencer este período de crise.

O desafio agora é fazer o novo negócio dar certo. Mesmo com toda a praticidade de ter custos de manutenção reduzidos, e não precisar ter um espaço físico, existe uma infraestrutura virtual a ser planejada. Além disso, não basta apenas montar um site e esperar as vendas acontecerem.

ecommerce-crise

O internauta é muito exigente, e busca, por exemplo, encontrar informação sobre algo até o terceiro clique dentro de um site, após isso, a maioria tende a não retornar à loja e ficar com uma imagem negativa da marca. E mais, páginas que funcionam em telas de celular ou tablet agradam muito mais, e conseguem aumentar as vendas.

Está interessado em entrar neste universo e começar as suas vendas online? Nós vamos te auxiliar nessa. Primeiramente, compreenda um pouco mais sobre algumas tendências do e-commerce, e sobre as preferências específicas deste público:


  • Conheça a fundo o seu consumidor




A compra vem de uma necessidade, seja ela por impulso ou não, portanto, conheça o perfil dos seus clientes e o que realmente os motiva a comprar. Descubra os tipos de persona, suas dúvidas, pesquisas que faz, e o que passa na cabeça dele.


  • Personalize a experiência do consumidor




A grande sacada do comércio online é gerar uma experiência individualizada e diferenciada para o consumidor. Será necessário oferecer condições e valores especiais para o seu cliente, e eles precisam estar igualmente disponíveis para o meio onde ele decidir efetuar a compra.


  • Invista no mobile




Seu site precisa ter uma versão responsiva, ou ainda, um aplicativo. Se muitas compras são feitas por impulso, grande parte deste impulso está com certeza no mobile. Saiba que as pessoas checam seus smartphones, em média, 185 vezes ao dia. Cada vez que isso acontece é uma oportunidade de venda para o seu negócio.


  • Seja omni-channel




Quem vem de uma loja física para o universo online, não pode deixar de lado cada oportunidade de venda que surgir. O cliente precisa ter a chance de comprar onde quiser, e da forma como quiser. Esteja inteiramente disponível a ele, tanto se optar pela compra na internet ou na loja física. Os dois meios podem e devem andar juntos, o importante é que você efetue a venda.

O e-commerce possui um universo repleto de oportunidades, e não há uma receita pronta que traga sucesso para o seu. Cada nicho merece ser estudado para que seja traçada a trajetória ideal que leve o cliente até o botão comprar, e consequentemente, consiga a finalização da compra.

Seguir alguns passos faz com que a transição da loja física para a virtual aconteça de maneira mais simples. A recompensa vem de muito planejamento, estratégias, e dedicação constante.
VOLTAR